Mamoplastia de Aumento

MAMOPLASTIA DE AUMENTO



Definição

- É a cirurgia plástica para aumentar as mamas.

Objetivos

- Corrigir deformidades decorrentes de uma mama pequena (hipomastia) congênita ou adquirida (pós-gravidez, por exemplo).

Noções do procedimento

- Existem alguns acessos tradicionais para a execução da cirurgia. Assim o corte pode ser em torno da aréola, na axila ou mais comumente na parte mais de baixo e escondida da mama. Através deste acesso é colocado um implante mamário (conhecido como prótese mamária). Existem vários tipos de implantes, de vários fabricantes, com várias formas e volumes. A superfície e o material de constituição do implante podem variar: silicone, poliuretano e salino. A posição do implante é abaixo da glândula mamária, ou abaixo do músculo Peitoral Maior (que se situa na base da mama). É óbvio que para cada tipo de implante, e seu posicionamento ocorrem vantagens e desvantagens. A escolha correta depende de variações de cada paciente e da experiência do cirurgião plástico em conhecer os vários tipos apropriados para cada situação em particular.

Anestesia

- Geral ou local com sedação.

Cuidados pós-operatórios

- Há uma certa restrição de movimentos dos braços nos primeiros dias. Os curativos são simples por cerca de duas semanas. Geralmente não é necessário retirar pontos. O uso de sutiã apropriado para o pós-operatório é indicado. Deve-se evitar a exposição solar.

Tempo de recuperação

- Em cerca de dez dias a paciente pode retornar a todas as atividades normais, exceto aquelas que demandem grandes esforços.