Mamoplastia Redutora

MAMOPLASTIA REDUTORA



Definição

- Cirurgia plástica de redução das mamas.

Objetivos

- Corrigir mamas com volumes muito grandes que tragam desconforto, dores, limitação física para atividades, e correção da mama pendular, com a pele frouxa, mama "caída".

Noções do procedimento

- Os cortes cirúrgicos variam de posição conforme o tipo e volume da mama. Para as mamas muito volumosas e pendentes, geralmente pratica-se as incisões em torno da aréola, a vertical na porção inferior da mama, e outra horizontal na base da mama. É certo que o tamanho destes cortes cirúrgicos é determinado pelo grau de dificuldade de se corrigir o volume e de se erguer a mama para o posicionamento mais alta e firme no tórax. Pouco adianta um corte muito pequeno com um resultado frustrante. Da mesma forma, é condenável um corte enorme e desnecessário para um resultado inadequado. Portanto, o planejamento cirúrgico é idealizado para as condições de cada paciente e para as alterações a serem corrigidas. É sempre bom lembrar, que para se realizar esta cirurgiam, a paciente tem que ser examinada previamente por um mastologista e realizar de acordo com a idade e a densidade da mama um exame de ultra-som, ou mamografia.

Anestesia

- Geral ou local com sedação.

Cuidados pós-operatórios

- Há uma certa restrição de movimentos dos braços nos primeiros dias. Os curativos são simples, por cerca de duas semanas. O uso de sutiã apropriado para o pós-operatório é indicado. Deve-se evitar a exposição solar.

Tempo de recuperação

- Geralmente em um mês a paciente realiza todas as atividades habituais com restrição para a exposição solar e grandes esforços físicos.