Otoplastia


OTOPLASTIA



Definição

- Cirurgia plástica das orelhas.

Objetivos

- Tratar cirurgicamente as deformidades das orelhas. A deformidade mais comum é a orelha em abano. Corrige a impressão de orelha grande. Resgata os detalhes naturais da orelha. Sem dúvida, esta cirurgia plástica tem um forte impacto psicológico. Nas crianças, com cinco anos de idade, as orelhas adquirem a forma e o tamanho aproximados das orelhas de um adulto, e também se inicia uma maior identificação própria, surgindo uma maior consciência do problema da orelha. Em geral, é nesta ocasião que a otoplastia pode ajudar. Crianças com orelhas em abano passam por dificuldades emocionais, à medida que aumentam as atividades sociais, tais como escolas e festas, sofrendo críticas com apelidos que menosprezam as alterações físicas: assim, é marcada com chamativos como "Dumbo, Orelhuda, Mico, etc". Esta circunstância traz prejuízo da auto-estima perante seus colegas. A criança sente-se desamparada, torna-se introvertida, insegura e com outras alterações emocionais que podem interferir negativamente no aprendizado escolar.

Noções do procedimento

- Por uma incisão cirúrgica na parte de trás da orelha é tratada a cartilagem alterada. Todo o conjunto da orelha é posicionado em relação à cabeça de forma que fique mais próximo.

Anestesia

- Local com sedação ou geral.

Cuidados pós-operatórios

- É necessário o uso de um curativo tipo capacete por cinco a sete dias. Geralmente não é preciso retirar pontos. Uma faixa elástica na cabeça (como a usada por tenistas) é recomendada por aproximadamente trinta dias. Deve-se evitar o sol.

Tempo de recuperação

- Em uma semana, apesar da orelha dolorida e ainda um pouco inchada já se assemelha bastante ao normal.